Tudo o que você precisa saber sobre virtualização de Desktops

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A virtualização de Desktops é uma tecnologia usada para criar computadores virtuais, que podem ou não ser compartilhados por mais de uma única pessoa.

Então, com ela é possível que você utilize sistemas operacionais diferentes, além de programas e jogos. Enfim, utilizá-lo como um Desktop convencional.

Embora não pareça, essa tecnologia já existe há vários anos. Porém faz pouco tempo que tem se tornado tão popular, há poucos anos.

E o motivo é que, cada vez mais, as empresas precisam de estruturas de TI acessíveis, que permitam uma boa adaptação e sejam acima de qualquer coisa, muito seguras. E essa opção de trabalhar com a área virtual pode garantir todas essas vantagens para o seu negócio.

Sendo assim, este artigo apresenta tudo o que você precisa saber sobre virtualização de Desktops.

Após a leitura, você irá entender mais e perceber o quanto a sua empresa pode se beneficiar dessa tecnologia. Veja a seguir:

O que significa virtualização de Desktops:

Ela é uma tecnologia que já é utilizada desde a década de 1960 e foi adotada em vários países. No entanto, muitas pessoas ainda não a conhecem.

Além disso, ela funciona a partir de um computador central. Este, que tem permissão para instalar ambientes de Desktop virtual em várias máquinas físicas de uma única vez.

Assim, ela tem como base a separação entre o sistema operacional e seus programas do dispositivo físico que o acessa.

Em outras palavras: o sistema operacional e os programas que você usa na sua máquina física estão instalados no computador central, ou seja, virtualizados.

Desta forma, o sistema de virtualização de Desktops consegue conciliar alto desempenho e proteção de dados de uma única vez.

Tipos de virtualização de Desktops:

Tudo o que você precisa saber sobre virtualização de Desktops

A virtualização de Desktops pode ser de 3 tipos:

Máquinas virtuais baseadas em host:

Este é o modelo de virtualização de Desktop mais difundido. Neste modelo, o usuário qualquer dispositivo compatível para se conectar a uma máquina virtual (VM ou Virtual Machine) para usar o Desktop.

Hospedagem compartilhada:

Neste modelo, todos os usuários usam uma mesma área de trabalho que é executada a partir de um servidor.

Ou seja, é como se a máquina virtual fosse espelhada nas demais máquinas físicas de cada usuário.

Máquinas físicas baseadas em host:

Neste modelo, a área de trabalho é executada em outra máquina física. No entanto, esta outra máquina não é virtual.

Desta forma, a imagem é projetada para a máquina que o usuário está utilizando.

Sem dúvida, ela oferece muitas vantagens para quem começa a utilizá-la. Quer saber mais sobre isso? Sobre os motivos de utilizar na sua empresa? Veja no tópico a seguir:

Benefícios da virtualização de Desktops:

O uso da virtualização de Desktops já é realidade em vários países como EUA, Alemanha e Japão por conta dos seus benefícios. Conheça alguns deles:

Mais velocidade:

Os servidores possuem mais potência para executar recursos avançados em comparação com um desktop comum.

Ou seja, usando essa tecnologia de Desktops, é possível ter acesso a uma máquina potente, que te permite realizar tarefas mais complexas.

E isso sem ter que fazer um alto investimento em uma ou várias máquinas desse porte para o seu negócio.

Mas com a virtualização, todos os colaboradores podem ter acesso a máquinas mais velozes.

Segurança:

Tornando esse processo mais virtual,  então, sua empresa não corre mais o risco de perder dados, uma vez que eles não estão em servidores. Algo que além disso, torna mais simples fazer e restaurar backups.

O ambiente virtual possui hierarquias de acesso com uso de senhas e permissões diferenciadas. Além disso, também há o uso de criptografia e controle total de acesso aos dispositivos.

Redução de custos:

Os dispositivos clientes não precisam ser uma super máquina, já que essa super máquina é o desktop virtual.

Sendo assim, a empresa reduz custos para aquisição dos dispositivos que os usuários utilizam para acessar o desktop virtual.

Sem contar com a redução nos custos para manter e atualizar os equipamentos que você já possui.

Mobilidade:

Na virtualização de Desktops, o processo de dados é feito de modo virtual. Isso quer dizer que não há arquivos em discos rígidos locais.

Assim, os usuários podem acessar a máquina e os dados da empresa a partir de qualquer lugar, usando a internet.

Além disso, para acessar o desktop virtual, é possível usar os mais diferentes dispositivos, como:

  • Notebooks.
  • Tablets.
  • Smartphones.
  • Desktop tradicional.
  • Thin clients (aparelhos compactos).
  • Entre outros…

Plataformas variadas:

Então, outro benefício da virtualização de Desktops, é ter acesso a máquinas com diferentes sistemas operacionais.

Desta forma, você pode aproveitar o que cada sistema operacional tem de melhor para atender às necessidades da sua empresa.

Vale a pena implementar a virtualização de Desktops:

Tudo o que você precisa saber sobre virtualização de Desktops

A virtualização de Desktops oferece uma ótima experiência ao usuário, portanto, muito parecida com a de um Desktop tradicional.

Diante disso, para começar a trabalhar com a virtualização de Desktops na sua empresa, você precisa começar com um planejamento. Este deve ser feito pela área de TI e você também pode optar pela ajuda de especialistas, junto com as demais áreas da empresa.

Em seguida, analisar o quão viável é a implantação desse sistema para o seu negócio.

Quanto mais cedo uma empresa adere, então, mais fácil e rápido é a implementação.

Como fazer para usar esse recurso?

No entanto, para utilizar esse recurso em Windows, é preciso adquirir uma licença do Windows Server ou Microsoft VDA para o servidor. Além de uma CAL do Windows Server (Client access License – licença para acessar serviços do servidor) para o dispositivo cliente.

Além do mais, tanto a instalação do software quanto a conexão das máquinas acontecem de forma muito rápida.

No entanto, se a sua empresa não tem departamento de TI, você pode utilizar um serviço de consultoria para garantir a virtualização de Desktops.

De maneira ainda mais simples, esse processo é uma técnica que permite usar uma máquina física para acessar:

  • Os Sistemas operacionais.
  • Programas.
  • Os dados que estão em um computador virtual (nuvem ou on premises).

Então, assim como falamos nos tópicos anteriores, existem 3 tipos de Virtualização de Desktops:

  • As Máquinas virtuais baseadas em host.
  • As Hospedagem compartilhada;
  • Máquinas virtuais físicas baseadas em host.

Sendo assim, ela oferece muitos benefícios aos seus usuários. Entre eles:

  • A redução de custos com infraestrutura e TI.
  • A manutenção de máquinas e softwares.
  • Atualização.
  • A segurança dos dados.
  • Mobilidade para os usuários.

Desta forma, não importa onde esteja e qual dispositivo esteja usando para acessar o Desktop Virtual, ele sempre terá uma máquina de alto desempenho à sua disposição.

Sendo assim, para aproveitar todas as vantagens e benefícios da virtualização de Desktop, então, verifique a viabilidade do negócio junto ao departamento de TI da sua empresa.

Então, quer saber mais sobre como a virtualização de desktops e thin clients podem ajudar seu negócio? Então, baixe o ebook aqui.

 

Se você gostou desse conteúdo compartilhe nas redes sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Virti ERP

Virtualize sua aplicação e extraia o máximo de potencial do seu negócio!

Posts recentes